de 2017.

PÁGINA INICIAL

A CÂMARA

SECRETARIAS

COMISSÕES

OUVIDORIA

Busca

 

 

 

Notícias


 

02/05/2017

Crise Hídrica - PROCURADOR DO MPF DIZ QUE VAI INTERMEDIAR DIÁLOGO ENTRE LEGISLATIVO E EXECUTIVO

Na última quinta-feira (27), vereadores de São Mateus se reuniram com o Procurador do Ministério Público Federal, Dr. Jorge Munhoz, nas dependências do legislativo municipal. Em pauta, a crise hídrica, que volta a assolar o dia-a-dia do mateense.

Munhoz demonstrou preocupação com o cenário que se instala no município e afirmou que vai acompanhar todo processo, seja de concessão para empresa pública ou privada ou pela manutenção do Saae. “Meu objetivo é evitar que seja ajuizada alguma ação que atrase qualquer processo iniciado pelo Executivo. É preciso esgotar todas as tentativas de diálogo”, ponderou.

Com a maioria dos vereadores presentes, os edis manifestaram profunda preocupação com o nível de teor de sal no Rio São Mateus e a ausência de propostas do Executivo para minimizar os impactos da salinização do rio. “O cenário se repete. Vão sair perfurando poços artesianos de forma desordenada e desesperada”, declarou Jozail Fugulim.

Jorginho Cabeção ressaltou que o Executivo não está agindo com respeito ao cidadão. “Abrimos o diálogo, mas uma barreira foi montada por eles. A Cesan esteve aqui com interesse apenas na distribuição de água, mas e o saneamento, que é outro gargalo de São Mateus”, questionou.

O vereador Francisco Amaro também demonstrou preocupação com a coleta e tratamento de esgoto e com Guriri. “Temos ali uma população com mais de 30 mil habitantes. Não podemos fechar os olhos para o balneário no momento de estudar qualquer proposta que seja apresentada”. Paulo Chagas apontou o desvio de água do rio, realidade comum na zona rural. “Produtores rurais estão assaltando nosso Rio com a captação ilegal de água”, frisou.

A Câmara de São Mateus realizará nos próximos dias uma Audiência Pública para debater o tema, ouvir especialistas e a sociedade. “A função do legislativo nesse caso, é estudar todas as propostas que serão feitas ao Executivo e tudo que for encaminhado à Câmara. Realizaremos quantas Audiências forem necessárias para sanar qualquer dúvida por parte dos vereadores e da população. Só não faremos isso às pressas. Tem muita coisa envolvida e não é jogo de interesse que vai adiantar o processo. O fato é que, para enfrentar esse período de salinização já previsto, o prefeito teria que ter se antecipado e ele esperou demais par agir”, disse Carlos Alberto.

 

Plano de Saneamento Básico

O Plano de Saneamento Básico de São Mateus está sendo estudado pelos vereadores. A análise preliminar é que o documento contém todas as informações e dados necessários para que o município ofereça um excelente serviço de fornecimento de água potável e saneamento básico.

“A Lei Complementar nº091/2014, que dá as diretrizes do Plano Municipal Integrado de Saneamento Básico é muito boa. Nossa procuradoria está analisando com todos os vereadores e o que percebemos até agora que o que falta é apenas a aplicação da lei”, frisou o presidente.

 

 

Secretaria de Comunicação / CMSM

(27)3313-9057

 

 

Outras Notícias

   

 

Endereço:

Rua Dom José Dalvit, 100 - Blocos 11 e 12 Santo Antônio

São Mateus/ES - Cep: 29941-900

Expediente:

De segunda a sexta, das 8h às 18h Sessões: Terças a partir das 18h

(27) 3313-9080 // FAX: 3313-9055

© Copyright 2009/2017 - Todos os direitos reservados.

Conforme a lei nº 9.610/1998 Fica proibida a reprodução total ou parcial de dados e fotos deste portal